Instituto Mamirauá - Conservação na Amazônia - Instituto Mamirauá apresenta livro sobre turismo de base comunitária no CBUC - https://mamiraua.org.br/pt-br/comunicacao/noticias/2018/8/3/instituto-mamiraua-apresenta-livro-sobre-turismo-de-base-comunitaria-no-cbuc/

Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá

Notícias

Rafael Forte

Instituto Mamirauá apresenta livro sobre turismo de base comunitária no CBUC

03/08/2018

Á esquerda, Pedro Nassar, coordenador do Programa de Turismo de Base Comunitária do Instituto Mamirauá, durante apresentação do livro.

Eduardo Engelbrecht

O livro tem dezenas de autores que contam a teoria e a experiência de turismo de base comunitária do Instituto Mamirauá na Reserva Mamirauá. A versão impressa do livro ocorreu no IX Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação (CBUC), em Florianópolis (SC)

 

A Pousada flutuante Uacari, localizada no município amazonense de Uarini, é uma experiência de imersão na natureza com bases sustentáveis e gerida pelos próprios habitantes da região. O turismo comunitário é a base dessa experiência e o livro "Lições e Reflexões sobre o Turismo de Base Comunitária na Reserva Mamirauá" reflete sobre as quase duas décadas de atividades desse tipo de turismo incentivado pelo Instituto Mamirauá na Amazônia. O livro tem 13 capítulos, dezenas de autores, imagens da experiência comunitária e conta a história desta iniciativa, que é um desafio e uma saída para a região.  

O ecoturismo é percebido como uma das alternativas econômicas às comunidades da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, com potencial de conciliar a conservação dos recursos naturais e a melhoria das condições de vida dos moradores locais. A Pousada Uacari possui um modelo diferenciado, com uma gestão compartilhada entre o Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá e os moradores da Reserva, e que está em processo de transferência integral para as comunidades.

A iniciativa é um dos empreendimentos pioneiros do gênero no Brasil e o primeiro local dentro da Reserva Mamirauá destinado ao alojamento e estadia dos ecoturistas. A Reserva é uma das maiores áreas protegidas de várzea na Amazônia brasileira, compondo o Corredor Central da Amazônia e é considerada, pela UNESCO, um Sítio do Patrimônio Natural da Humanidade.

 

Ecoturismo

O ecoturismo teve o seu florescimento em território nacional na década de 1990, sobretudo após a Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente – RIO 92. O mercado turístico brasileiro vivia uma espécie de euforia devido às expectativas de desenvolvimento da atividade, principalmente por conta das potencialidades do país associadas à diversidade de seu patrimônio natural e cultural. A experiência do turismo comunitário e da pousada flutuante Uacari é uma cenário concreto de como pode ser bem sucedida esta forma de atividade se for planejada e realizada com os moradores locais.

O estudo aborda assuntos como a viabilidade econômica, a demanda, o mercado, as atividades disponíveis, e o uso de técnicas de manejo ecoturístico a fim de minimizar os impactos ambientais e socioeconômicos da visitação. “O livro Lições e Reflexões sobre o Turismo de Base Comunitária na Reserva Mamirauá é o mais completo que já li sobre o assunto”, afirma Sherre Prince Nelson no prefácio da obra. “Explica não somente a teoria, mas a prática de Turismo de Base Comunitária pelo seu exemplo”. Lançada com financiamento da Fundação Gordon and Betty Moore, a publicação está disponível de forma gratuita para download no site do Instituto Mamirauá (https://www.mamiraua.org.br/pt-br/publicacoes/publicacoes/0/livros/licoes-e-reflexoes-sobre-o-turismo-de-base-comunitaria-na-reserva-mamiraua/).

Texto: Linete Martins

 

Financiadores